AT Revista Especial - Sua Casa

Matéria publicada no suplemento especial do Jornal A Tribuna, da cidade de Santos, onde o tema arquitetura sustentável, além das técnicas verdes, é abordado.

Ser ecologicamente correto não é difícil. Basta ter comprometimento com o impacto ambiental e buscar materiais eficientes na hora de construir ou reformar.

A arquiteta Karla Cunha, da Item 6 Arquitetura e Sustentabilidade, de São Paulo, diz que é uma escolha para as pessoas e para o ambiente, tanto agora como para um futuro indefinido. "É preciso crescer, desenvolver, mas não a ponto de esgotar os recursos naturais".

Por ser o segmento que mais consome matérias-primas no planeta, além do terceiro maior responsável pela emissão de gases poluentes à atmosfera, a construção civil precisa rever seus conceitos e assumir a responsabilidade pelo que é implantado nas cidades.

Especializada em Gestão e Tecnologias Ambientais, Karla explica que, para ser sustentável, o empreendimento deve ser ecologicamente correto, economicamente viável, culturalmente aceito e socialmente justo. E os benefícios não são poucos: meio ambiente preservado, aumento da qualidade de vida, da satisfação e desenvolvimento da consciência ambiental.

Confira a matéria na íntegra, dividida em duas partes: página 36 e página 37.