Perguntas Frequentes

Esta página foi desenvolvida para esclarecer, de forma rápida e sucinta, as principais dúvidas relacionadas aos serviços prestados.

Os temas abordados estão organizados por ordem de relevância e trazem uma breve explicação para cada pergunta.

Telhado Verde

  • Qual o custo aproximado para implantação de um telhado verde?

R.: De um modo geral, pode-se adotar o custo de R$150,00 por m² para a implantação de um telhado verde, mas diversos fatores implicam nesse valor, como condições atuais da área e acessos para execução.

  • Qualquer cobertura pode receber um telhado verde?

R.: A princípio sim, desde que a área suporte o peso extra exigido para a técnica, esteja devidamente impermeabilizada e com a captação de águas pluviais bem resolvida.

  • Qual a carga extra que um telhado verde acarreta à cobertura?

R.: Já com uma margem de segurança, podemos considerar a carga de 80 kg por m² de sobrepeso para as coberturas que receberão um telhdo verde.

  • Qualquer pessoa pode instalar um telhado verde em uma cobertura?

R.: Não, esse serviço requer mão-de-obra especializada e a supervisão de profissionais qualificados, como arquitetos, paisagistas, engenheiros civis ou agrônomos.

  • Qualquer espécie pode ser plantada no telhado verde?

R.: Não, essa técnica exige muitos cuidados, principalmente com o sobrepeso na estrutura onde o telhado verde for implantado. O cuidado com o crescimento das raízes também é um fator muito importante, por isso um especialista poderá indicar as espécies adequadas a cada situação.

  • Quais as principais vantagens do telhado verde?

R.: Além de contribuir para minimizar as emissões de CO2 à atmosfera, os telhados verdes proporcionam conforto térmico e acústico à edificação, atuam diretamente na proteção estrutural e pluvial da área implantada, além das vantagens estéticas e arquitetônicas, que valorizam o imóvel onde está implantado.

Energia solar fotovoltaica

  • Quando a energia solar fotovoltaica torna-se viável financeiramente?

R.: A energia solar fotovoltaica não substitui a energia elétrica convencional se esta estiver disponível a menos de aproximadamente 3 KM do local, é apenas uma alternativa viável para locais onde não há eletricidade e para demanda de consumo pequena.

  • Em quanto tempo pode-se ter o retorno financeiro de seu investimento?
  • R.: O custo da energia solar fotovoltaica é muito alto em função da sua tecnologia de ponta, o retorno de seu investimento deve ser pensado a longo prazo, mais de 15 anos, portanto, para locais já servidos pela energia convencional, a energia solar fotovoltaica é inviável.

  • Quanto custa um gerador solar de pequeno porte?
  • R.: Um gerador pequeno pode custar menos de R$2.000,00 mas ele pode alimentar só umas 3 lâmpadas de 11W durante 3 horas por dia. À medida que você aumenta o numero de lâmpadas e de aparelhos e o tempo que eles permanecem ligados diariamente o custo vai subindo quase proporcionalmente. Se você quiser alimentar cargas de alto consumo como refrigerador, ventilador, televisores grandes o custo sobe muito. Não tente alimentar chuveiro elétrico, ar condicionado e outras cargas de altíssimo consumo pois os custos ficam extremamente elevados.

  • Vale a pena instalar um gerador solar para economizar na conta mensal de energia da concessionária?
  • R.: Se seu objetivo é somente economizar não vale a pena pois a redução que você obtém em sua conta de energia não compensa o custo financeiro do investimento realizado. Para você reduzir 50 kWh/mês (ou cerca de R$30,00/mês conforme a tarifa) de sua conta você precisará investir cerca de R$15.000,00.

  • Já tenho o fornecimento de energia convencional, é possível instalar um gerador solar sem baterias e conectado diretamente à rede elétrica da concessionária de energia?
  • R.: Os geradores solares conectados diretamente à rede elétrica são muito comuns em diversos países mas não ainda no Brasil, onde são instalados
    apenas em universidades e centros depesquisas para fins experimentais e de demonstração. Este tipo de gerador só se torna viável economicamente quando o governo edita uma legislação especifica e proporciona diversos incentivos fiscais e econômicos. No Brasil esta legislação ainda está em estudos e discussões.
    (Fonte: Solenerg Engenharia)

Reformas Sustentáveis

  • Qual o custo adicional de uma reforma sustentável em comparação a uma obra convencional?

R.: Uma reforma sustentável não é necessariamente mais cara do que uma intervenção convencional, pois as questões de custos estão relacionadas a diversos fatores, que devem ser avaliados e discutidos com o cliente.

Adequação de Calçadas

  • Quais os materiais permitidos para a construção e reforma de calçadas públicas?

R.: Segundo o Programa Passeio Livre da Prefeitura de São Paulo, os materiais indicados para as calçadas são os seguintes: concreto (moldado in loco ou estampado), concreto em placa, bloco intertravado e ladrilho hidráulico. Mas existem outros materiais que oferecem ótimos resultados, além de apresentarem um índice de permeabilidade muito superior, como os pisos drenantes.

  • O que é uma calçada acessível?

R.: Uma calçada acessível é aquela que permite o trânsito de adultos, crianças, idosos, pessoas em cadeira de rodas ou carregando malas, carrinhos de compras, de forma segura e confortável. Por isso, toda calçada deve ter uma área livre de obstáculos (faixa livre), com o piso de material adequado e em boas condições.